Histórias de Sucesso do Coroa Metade

Aqui você conhece alguns dos diversos depoimentos que recebemos de nossos associados. Essas histórias são a prova de que realmente é possível encontrar sua outra metade através do Coroa Metade.

Envie o seu depoimento

Sônia e Otacílio: o amor depois da tristeza!


Por um bom tempo a funcionária pública Sônia Sueli Silva Diamante, de 64 anos, acreditou que não haveria mais espaço para a felicidade e o amor em sua vida. Havia passado por momentos trágicos. Em 2004, ficou viúva do primeiro marido. Em 2011, perdeu a filha mais nova, vítima de um assassinato.

Sônia se fechou em seu mundo. “Não via mais graça, mais sabor, mais alegria e não queria saber de mais nada”, conta. Durante 16 anos não se relacionou com ninguém. “Entrei como se fosse na Idade Média da escuridão e nunca pensei em formar uma nova família, por conta desses processos", afirma.

Há pouco mais de quatro anos, resolveu que já era o momento de conhecer pessoas, nem que fosse por amizade. Sônia entrou em sites de relacionamento. Começou pelos que não têm restrição de idade. Não deu certo. “A maioria das pessoas quer só ficar, sem nada mais sério”, diz. Quase desistiu. Até que descobriu o Coroa Metade. “Gostei do nome e resolvi entrar para buscar uma pessoa com faixa etária, crenças, gostos e objetivos semelhantes. E foi lá que encontrei um alguém que me restituiu a vontade de recomeçar e a alegria de viver”, conta.

Também viúvo, Otacílio Diamante, 62 anos, vivia uma situação semelhante. Andava desanimado, angustiado e, como diz, muito para baixo. “Até que minha filha me incentivou a entrar no Coroa Metade”, revela. "Entrei no site Coroa Metade e logo me apareceu essa mulher maravilhosa”, derrete-se Otacílio.

Apesar de viverem em cidades distintas, - ele é de Sumaré e ela de Pindamonhangaba – logo os dois perceberam que a história tinha tudo para dar certo. “Tínhamos muito em comum, como religião, interesses, situação financeira, vontade de conhecer alguém verdadeiro e valores familiares”, relembra Sônia. Os 200 km de distância entre as duas cidades do interior paulista não representariam qualquer empecilho.

Namoraram por quase um ano e, em setembro de 2019, se casaram. Hoje moram em Sumaré. “Estamos vivendo uma felicidade plena. Foi um encaixe perfeito. Tive muita luta na minha vida, mas tudo que passei foi recompensado quando ela chegou", conta Otacílio. “Eu me sinto viva novamente. Como diz o site, sempre é tempo para ser feliz”, afirma Sônia.

 

Sônia & Otacílio
Pindamonhangaba / SP

 

« Voltar

Encontre alguém especial

Cadastre-se com seu e-mail

ou

Entre com o Facebook

Nunca publicamos nada em sua conta do Facebook.

Encontre alguém especial

Cadastre-se com seu e-mail

ou

Entre com o Facebook

Nunca publicamos nada em sua conta do Facebook.

Publicidade: